Parceria com a Copa Paraná - www.copaparana.com             Paraná   Brasil

REGULAMENTO 2018

FÓRMULA K2
CAMPEONATOS, COMPETIÇÕES E DESAFIOS DE KART INDOOR

8º CAMPEONATO DE CORRIDA DE KART INDOOR

Regulamento Edição - 2018

 

 

Art. 1º INTRODUÇÃO

§ 1º Este Instrumento define as condições e regras para o bom funcionamento doscampeonatos, competições e desafios de kart amador. O FÓRMULA K2 é a fusão do campeonato da Equipe Acelera Curitiba e a Equipe Matoski, decidido por unanimidade em dezembro de 2013, para melhor administrar e regir imparcialmente as diversas competições.

 

§ 2º É obrigação de todos os participantes conhecer este Regulamento, bem como o cumprimento na íntegra de todas as regras aqui estabelecidas. Cabe ressaltar que, também, deverão ser observados os regulamentos internos das pistas onde serão realizadas as provas.

§ 3º O(A) piloto inscrito nas competições não terá a obrigatoriedade de participar de todas as etapas, o mesmo pode participar de quantas e quais etapas quiser.

Art. 2º DOS PARTICIPANTES
§   1º As  inscrições deverão ser feitas no site da COPAPARANÁ.COM

§   2º Este ano não será cobrada a taxa de inscrição que é destinada à premiação
dos Pilotos. É uma cortesia da EQUIPE ACELERA de Curitiba.

§   3º O Piloto devidamente inscrito arcará somente com o valor da corrida na etapa que participar.


  

Art. 3º DOS DEVERES DOS PARTICIPANTES

§ 1º O desrespeito a qualquer uma das condições abaixo será analisado pela Organização, podendo ser aplicada uma punição ao participante infrator. Neste contrato, estão pré definidas algumas infrações passíveis de punição; e os deveresdos participantes são:

I- Respeitar todas as regras contidas neste Instrumento e condições adicionais definidas pela Organização.

II- Comparecer ao local onde será realizada a corrida sempre antes do horário definido pela Organização, nunca se atrasando.

III- Pilotar com vestimenta adequada e utilizando todos os equipamentos de segurança disponibilizados pela Administração da pista.

IV- Não dirigir alcoolizado, sob efeito de drogas ou medicação que provoque alteração na

percepção ou nos sentidos.

V- Pilotar de forma prudente, sempre respeitando os demais pilotos e evitando colisões.


Art. 4º DAS CORRIDAS

§ 1º As corridas poderão ocorrer em qualquer pista de kart do Estado do Paraná e outros Estados, desde que a mesma possua condições seguras e sinalização adequada. A Organização realizará a avaliação e seleção das pistas sempre antes do início efetivo de uma temporada e elaborará o Calendário Oficial de Eventos. Portanto, o Piloto deve sempre acompanhar o calendário publicado, onde estão agendados com antecedência os locais das corridas.

I-  Caberá a Organização, incluir ou excluir kartódromos (inclusive de outros Estados)  da lista de eventos e reformulá-la, desde que a mesma atenda os interesses do campeonato.


II- Será nominalmente exclusivo da Organização algumas mudanças na aplicação da pontuação diferenciada e montagem do GRID em Etapas que necessitem de:


a) Pontuação dobrada ou equivalente.


b) Montagem de GRID invertido, conforme o resultado do  QUALIFY ou da etapa anterior.


c) Montagem de  GRID alternado.


d) Divisão de GRID dentro da mesma categoria.


e) GRID lançado ou estilo LE MANS.


f) Corridas em 1 (uma) ou 2 (duas) baterias, com aplicação de pontuação dividida, ou dobrada. 


§ 2º A locomoção até o local de realização das provas é de responsabilidade do próprio Participante.

 

§ 3º Durante as corridas, os Participantes deverão observar as regras definidas pela Administração da Pista e respeitá-las integralmente.

Art. 5º PUNIÇÕES

§  1º  A Organização não será responsável por qualquer punição equivocada aplicada pela Administração da pista, bem como não recorrerá a nenhuma decisão desta. A Organização observará e poderá aplicar punições aos pilotos que:

I- Receberem punição de advertência (bandeira preta e branca) pela Administração da Pista no decorrer de uma corrida (perda de 03 pontos). 

II- O piloto que agir de má fé durante uma manobra de ultrapassagem  terá a perda de 03 (três) pontos. Em caso de reincidência: + 05 (cinco) pontos. 

III- O piloto que mudar mais de uma vez o sentido de pista em defesa de sua posição em uma reta, impedindo o outro kart de ultrapassá-lo, estará cometendo um ato anti desportivo. Punição de 03 (três) pontos.

IV- Desclassificação (bandeira preta): NÃO PONTUA NA ETAPA. (O piloto não poderá recorrer desta punição dos fiscais de pista). Passível de exclusão do campeonato.

IV- Pilotos com alto índice de advertência/indisciplina em etapas consecutivas poderão sofrer penalidades maiores, como a desclassificação definitiva do campeonato; não tendo direito à restituição do valor da taxa de inscrição e do kartódromo.

V- Trocar de kart, sem o mesmo apresentar qualquer defeito ou quebra: punição de 10 (dez) pontos.

VI- Reclamação sem fundamentos: a maioria das corridas serão filmadas para futura análise de atitudes anti desportiva (portanto o piloto deve informar à organização sua reclamação logo após o término da corrida, para que esta seja analisada), punição de 05 (cinco) pontos.


VII- Abster-se do uso de lastro, quando solicitado pela Organização, acarretará em punição ao Piloto. Conforme descrito no artigo 7º, § 1º, ítem I. (Punição de 03 pontos)

VIII- O Piloto que fizer uso de lastro emprestado e não devolver após a corrida, sofrerá punição de 05 (cinco) pontos.


 

Art. 6º RESULTADOS E PONTUAÇÃO
§ 1º A medição dos tempos e definição do resultado da corrida será promovida pela Administração da Pista e posteriormente homologada pela Organização.

§  2º  A homologação do resultado da corrida será feita em três etapas:

I- Na Primeira etapa, a Organização analisará o resultado oficial da corrida e aplicará a pontuação dos Participantes nas baterias de acordo com a posição de chegada, a ser acumulada com os resultados das corridas anteriores da mesma temporada, na seguinte forma:

1º Colocado: 25 pontos          

2º Colocado: 23 pontos

3º Colocado: 21 pontos

4º Colocado: 20 pontos

5º Colocado: 19 pontos

6º Colocado: 18 pontos

7º Colocado: 17 pontos            Bônus pole position:   1 ponto (por bateria)

8º Colocado: 16 pontos            Melhor Volta:              1 ponto (por bateria)
9º Colocado: 15 pontos

10º Colocado: 14 pontos

11º Colocado: 13 pontos

12º Colocado: 12 pontos

13º Colocado: 11 pontos

14º Colocado: 10 pontos           

15º Colocado: 09 pontos           
16º Colocado: 08 pontos           
17º Colocado: 07 pontos
18º Colocado: 06 pontos
19º Colocado: 05 pontos
20º Colocado: 04 pontos

a) Poderá ocorrer 2 (duas) baterias em algumas etapas. Neste caso, a pontuação será somada e dividida por 2 (dois), acrescido do bônus de melhor volta e pole. Em algumas etapas poderá ocorrer pontuação  dobrada:  Artigo 4º,  § 1º,  ítem II.

b) No caso da Final, o resultado das 2 (duas) baterias não será dividido, e sim, somado. Portanto a pontuação será dobrada.

II- Na Segunda etapa serão aplicados os bônus, na seguinte forma:

a) Receberá o acréscimo de 1 (um) ponto o Participante que for o Pole Position de cada bateria.

b) Receberá o acréscimo de 1 (um) ponto o Participante que realizar o melhor tempo durante a corrida, em cada bateria.

III- Na Terceira etapa, quando houver necessidade, serão aplicadas as punições aos Participantes, os quais receberão decréscimo de sua pontuação acumulada a ser definida pela Organização.

Art. 7º USO DE LASTRO
§ 1º Haverá uso de lastro para equilíbrio das baterias, dentro das normas de segurança do kartódromo.

I- Caso o Piloto não use lastro durante a corrida e/ou não atingir o peso mínimo, haverá punição de 3 (três) pontos.

II- O Piloto deverá providenciar lastro por conta própria se o kartódromo não a possuir.

III- O pesos deverão ser preferencialmente colocados no kart, pelos fiscais de pistas, ou em forma de cintos e presos junto ao corpo do Piloto ou bem fixados no kart.

IV- A diferença máxima permitida de lastro na categoria será de até 3kg.

 

Art. 8º DO CAMPEONATO

§ 1º Após a homologação do resultado, os Participantes serão classificados em ordem de pontuação, sendo o primeiro colocado aquele que acumulou o maior número de pontos, e o ultimo colocado aquele que acumulou o menor número de pontos, dentro de sua categoria.

I- A Organização tem poderes para reatualizar uma nova tabela, mesmo após esta ser divulgada, e uma nova homologação de resultados deverá atender as rígidas normas deste regulamento e atender os anseios da imparcialidade e da boa disciplina dos competidores. 

§ 2º Nos casos em que ocorrer empate entre dois ou mais Participantes, prevalecerão os critérios de desempate na ordem abaixo:

I- O participante que tiver vencido o maior número de corridas na temporada corrente;

II- O participante que possuir o maior número de Pole Position na temporada corrente;

III- O participante que possuir o maior número de voltas rápidas na temporada corrente;

IV- O participante que tiver sofrido o menor número de punições pela Organizaçãodurante a temporada corrente;

§ 3º Ao final da temporada corrente, a Organização publicará o Resultado Final do Campeonato e premiará os participantes que forem classificados nas 3 (três) primeiras posições.

 

I- Será declarado campeão da sua categoria o Participante melhor colocado nesta classificação.

Art. 9º DESCARTES

§ 1º Haverá descarte do pior resultado ou ausência do Piloto em uma das 6 (seis) etapas do campeonato.
I- Em hipótese alguma será descartado o resultado ou ausência da última etapa.

II- Rodada dupla ou corrida em duas baterias (desde que haja pontuação dobrada) o descarte só poderá ocorrer mediante o pior resultado do piloto em uma só e única bateria e de acordo com a pior pontuação, exceto as punições se houver.

III- As punições não são válidas para serem usadas como descarte.


Art.10º FINAL

§ 1º A final do campeonato será disputada até no máximo em meados de novembro e após homologado o resultado, será divulgado os campeões de cada categoria.

 

Art.11º SUPER FINAL
§ 1º A Super Final, se houver,  será  disputada no mês de novembro com os 18 (dezoito) melhores pilotos do campeonato Fórmula K2 2018.

  
I- Esta etapa estará sob a supervisão e organização da COPA PARANÁ DE KART AMADOR.

Art. 12º DAS CATEGORIAS 

§ 1º O Campeonato será dividido em Categorias de acordo com o peso do Piloto. Podendo haver mudanças no número de categorias assim como a disposição dos pesos nelas contidas. 


Disposição de pesos nas Categorias:

1 - Leves:    60 - 70kg

2 - Médios:   70 - 85 kg

3 - Pesados:  acima de 85kg   

4 - Feminino: Se houver 


I-  Este ano, não será permitido que o piloto corra em outra categoria, mesmo que use lastro.

Art. 13º PREMIAÇÕES
§ 1º Da Final:

I- Os 3 (três) melhores pilotos de cada Categoria serão premiados com Troféus na 6ªEtapa.


II- Os demais participantes da Final serão premiados com medalhas. 


Art. 14º DOS PATROCÍNIOS

§ 1º No caso de possíveis patrocínios à realização do campeonato, as verbas obtidas deverão ter os cabíveis destinos:

I- Realização de eventos entre os pilotos participantes;

II- Compra de brindes para sorteio aos pilotos (troféus e medalhas).

III- Indicar pilotos que se destacam nas competições para outras equipes ou empresas. 


IV- Patrocinar pilotos e inscrevê-los em competições no Brasil ou países vizinhos para representar a Equipe Acelera em campeonatos e competições de interesse da Organização, Patrocinadores e apoiadores. 

V- Doação: Podendo a Equipe deliberar um donativo no final do evento (ano) para APAE ou hospital Pequeno Príncipe ou uma outra organização comunitária de ajuda mútua.

§ 2º Em hipótese alguma, a verba obtida atenderá à interesses particulares, pois não há finalidade lucrativa para esta.

Art. 15º  DISPOSIÇÕES GERAIS

§ 1º Este instrumento tem validade para o exercício de 2018.

§ 2º Quaisquer sugestões de alterações deverão ser encaminhadas diretamente a Organização por escrito, a mesma avaliará e viabilizará ou não as propostas.

§ 3º O preenchimento da ficha de inscrição significará que o Participante deste campeonato concordará com todas as disposições deste regulamento, além de autorizar toda e qualquer veiculação de sua imagem, sem qualquer custo à Organização.

§ 4º  A Organização e a Equipe Acelera Curitiba não será responsável por qualquer acidente ou dano que o piloto possa sofrer dentro da pista, seja esta por imperícia, imprudência, desvio de conduta, terceiros  ou outra forma qualquer, pois a mesma não responde por atitudes intempestivas,  indisciplinares ou antidesportivas dos pilotos, assim como não fornece e nem é a responsável pela manutenção dos karts.


§  5º  A missão do FÓRMULA K2,  e da EQUIPE ACELERA  é incentivar este esporte junto aos jovens, lapidar novos talentos,  empreender massivamente o respeito mútuo e a competitividade.

 

 Contato:

equipeacelerak2.blogsport.com.br / equipeacelerak2@gmail.com
(41) 9 9516-4507 / (41) 9 9647-2890 / (41) 9 9963-1176